segunda-feira, 9 de novembro de 2009

...e debaixo do vestido rosa havia hipocrisia.

Sinceramente me sinto um otário, quando vejo notícias como essa da estudante Geysi e seu vestido rosa. É verdade que os alunos agiram de forma grotesca. É verdade que a UNIBAN demorou a agir e se manifestar e quando o fez, só piorou as coisas. É verdade que a estudante Geysi passou maus momentos e correu risco de agressão física o que é inadmissível em um ambiente estudantil, independente se o motivo foi um vestido curto, o se ela estava transando com o time de basquete da UNIBAN no meio do refeitório, mas nesse momento ela é sem dúvida a menos prejudicada. Ela está na mídia. Ganhou destaque. A UNE se propõe a incentivar que outras Universidades recebam a pobre e inocente moça e que não somente a recebam, mas que dêem a ela uma bolsa (não é bolsa para ela rodar na esquina, mas uma bolsa de estudo). E as moças que não tem dinheiro nem para comparar um vestido igual ao da Geysi e muito menos pagar uma universidade? Não seria interessante que a UNE defendesse o direito a bolsas para essas moças? Surgem lógico os defensores de plantão, a favor do direito da Geysi de ir com qualquer que seja o traje para a universidade, o que realmente é um direito seu, sem realmente ir a fundo e saber o que ocorreu. Será que foi o vestido que causou esse estardalhaço? A questão do vestido é absurda. Dúvido que naquele mesmo campus, não haja meninas, muito mais bonitas e atraentes ( a tal Geysi é bem feinha ) que diariamente usem vestidos tão o mais insinuantes do que o tal vestido rosa e que no máximo tenha ocorrido assobios e cantadas deselegantes. Depois de quase 15 anos como estudante, tenho certeza que ninguém iria causar um alvoroço como aquele por causa de um vestido curto. E duvido mais ainda que um vestido fosse motivo de uma expulsão. Penso sim que a UNIBAN errou em não punir os que incitaram o alvoroço, ao contrário, em sua declaração diz que a manifestação foi uma forma de defender o ambiente estudantil. Ora! Não sabia que ambiente estudantil tinha a ver com ambiente de vale-tudo.

Então em uma história em que só existem imbecis, desde os alunos babacas que incitaram o tumulto e tentaram agredir a estudante, a piriguete com sorte (duvido que ela tenha tido a capacidade de bolar tudo isso de propósito), a reitoria incompetente da UNIBAN, a UNE estúpida querendo ajudar demais, e os defensores que nem sabem do que estão falando, nessa história toda existem sim vítimas: os alunos dos outros nove campus da UNIBAN, além do qual ocorreu o problema do vestido, sem contar os do campus ABC que no momento da confusão, não estavam lá, faltaram, estavam na biblioteca, na cantina, ou onde quer que seja. Os seus diplomas da UNIBAN, seja qual for o curso, virão acompanhados de um belo e curto vestido rosa. Enfim, mais uma vez, por culpa de uma minoria, uma ampla maioria vai pagar o pato, uma única pessoa que pode ou não ter uma parcela de culpa - nunca saberemos - será super beneficiada e os verdadeiros culpados ficarão no lucro.

Pobre Geysi. Aparece na mídia. Em programas de TV. Com certeza já recebeu propostas para posar nua, e com certeza seu advogado orientou ela a recusar por hora (em virtude do processo contra a UNIBAN e também para ela emagrecer uns 15 kg), mas aguarde ainda no 1º semestre de 2011 uma capa do tipo: “Geysi. A pedido da UNIBAN ela tira o vestido!” E quem sabe em um reality show. Em um programa humorisitico. Por hora ela aparece nas “Ophras” brasileiras. E nós continuamos a vestir o nariz de palhaço. Só que desta vez ele é rosa.

Um comentário:

  1. Primeirinha a postar!!!

    Eu não sei pq essa menina tá dando tanto assunto, ela é só mais uma vadia querendo chamar atenção.
    ótimo texto e o blog tb.
    Boa sorte e tudo de bom

    @renata_santunes

    ResponderExcluir